Companhia estadual promove Dia da Água para estudantes em perímetro irrigado de Lagarto

Coderse disponibilizou técnicos e maquete do Programa Água Doce para demonstrar aos alunos
Foto: Paulo Ricardo

Já tradicional no calendário de eventos em Lagarto, Centro-Sul sergipano, o Dia da Água promovido pelo Perímetro Irrigado Piauí, foi realizado nesta quinta-feira, 23. A programação voltada à comunidade escolar dos bairros e povoados vizinhos ao polo agrícola, mantido pelo Governo do Estado, contou com apresentações artísticas dos alunos e de artistas convidados. Além de palestras sobre a importância da água, da sua exploração responsável e do perímetro, para o desenvolvimento da atividade agrícola no município.

Ieda Oliveira, professora de Ciências na Escola Municipal Adelina Maria de Santana Souza, em Lagarto, relaciona a participação no Dia da Água no perímetro com a educação teórica feita em sala de aula. “Ajuda na conscientização sobre os cuidados com a água. Como podemos relacionar isso com a escola? Falando da importância da água para as pessoas que plantam, essa irrigação vai fazer girar a economia do município. Como no Verão intenso, que não dá para plantar milho, mas tem aqui um setor que faz a irrigação”, observou.

“Este foi o primeiro Dia da Água que pudemos fazer juntando todos os alunos, depois da pandemia. Ano passado fizemos em grupos e antes tivemos que suspender, por conta do isolamento social. É importante trazer as crianças para aprender e conhecer o nosso perímetro, da água que chega aos lotes para gerar renda e alimentos nessas comunidades”, destacou o gerente do perímetro, Gildo Almeida.

Diretor de Irrigação da Coderse, Júlio Leite agradeceu pelo empenho da equipe de Lagarto para realizar o evento. “É um evento simples, mas de uma importância significativa por dar essa orientação aos nossos pequenos, porque a água é algo realmente importante. Nós precisamos em todo momento da água. A instrução, a orientação nesse sentido é sempre favorável, principalmente nessa faixa etária. E queria agradecer ao nosso diretor de Infraestrutura, Ernan Sena, que nos enviou uma maquete e o pessoal para fazer a palestra”, pontuou.

Programa Água Doce
Foi destaque no evento o trabalho de execução do Programa Água Doce (PAD), feito pela Coderse, vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri). Nele, a empresa atua com técnicos que fazem parte do Núcleo Estadual, realizando serviços de reparo, manutenção de poços e orientação nas 29 unidades de produção de água dessalinizada do programa, existentes na região semiárida de Sergipe.

“Exibimos a nossa maquete do PAD e trouxemos a geóloga Isabela Soares, da Gerência de Perfuração, ligada à nossa diretoria. Ela explicou o programa, com a nossa maquete e palestrou sobre nosso trabalho com poços e sistemas de abastecimento feito em todo estado. O que inclui a atenção às unidades do Água Doce”, expôs o diretor de Infraestrutura da Coderse, Ernan Sena.

Aluna da professora Ieda, no 6º ano, Roseli da Silva tem 11 anos e é filha de agricultores. No seu dia a dia em família, com o que aprendeu na escola e no evento, ela mostra que sabe o que a água representa para nossa existência e para a geração de renda. “A água é muito importante, principalmente para plantar. E se a pessoa planta, tipo o tomate, ele é alimento para a gente”. O PAD e o processo de transformar água salgada em doce também foi outra novidade para Roseli.

Além da Adelina Maria, as escolas municipais Eliezer Porto e Monsenhor Jason Barbosa Coelho também participaram, trazendo seus alunos ao evento. O presidente do Sintraf, Evandro Silva, falou no evento sobre a atuação ambiental do sindicato. A Escola de Música Professor Kalil fez apresentação musical e o artista Tarcísio Lima encenou um teatro de bonecos com o tema da educação ambiental.

A organização foi da gerência local do perímetro e dos técnicos agrícolas da Companhia de Desenvolvimento Regional de Sergipe (Coderse), que administra o perímetro Piauí. Colaboraram com o evento a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), no fornecimento de tenda e copos de água potável, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lagarto (Sintraf), que emprestou cadeiras e a empresa Maratá, que forneceu caixinhas de suco de fruta para o lanche da garotada.

Última atualização: 17 de abril de 2023 12:54.