Perímetro da Cohidro recebe Caravana Agroecológica do Sertão Ocidental

Participantes da Caravana visitam lotes irrigados do Perímetro Piauí – Foto AFPNCL

Quinta-feira, 26, a Caravana Agroecológica do Território do Sertão Ocidental chegou até o Perímetro Irrigado Piauí, administrado pela Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro), em Lagarto. O evento itinerante, organizado pelo Território da Cidadania do Sertão Ocidental, nos dias anteriores promoveu encontros em Tobias Barreto, Simão Dias e Poço Verde e terminou na sede da Associação dos Futuros Produtores do Nordeste da Cidade de Lagarto (AFPNCL), situada no Povoado Tapera do Saco, abrangida pelo Pólo de Irrigação.

Segundo o presidente da AFPNCL, Fábio Santos Souza, o encontro serviu para reafirmar as intenções dos cerca de 100 associados com o grupo. “Nossa Associação é formada por jovens, de até 29 anos, que estão se preparando para iniciar em suas próprias hortas nos lotes da família. E a nossa intenção é de sermos produtores orgânicos, trabalhando para conseguir o cadastrono Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), para autorizar a venda desses produtos”, revelou.

A entidade que Fábio preside surgiu em 1988. Até o período atual, não vinham realizando atividades com frequência, mas seus sócios sempre estão acompanhando outros eventos e reuniões. Agora, segundo ele, “estamos querendo expandir ainda mais a visão. É um trabalho simples, mas enriquecedor nos objetivos”, disse o líder titular da AFPNCL, que recebeu a Caravana Agroecológica, reunindo cerca de 50 pessoas. Para os integrantes do grupo, um meio de adquirir mais conhecimento sobre o assunto.

Gerente do Perímetro Piauí, Gilvanete Teixeira, participou do evento e considera válidas as iniciativas de organização dos integrantes das agro-famílias irrigantes. “Esses grupos, entidades, associações vêm para complementar o apoio dado por nós, do Governo do Estado, a estes produtores. Muitas vezes o que lhes faltam é tão somente a motivação correta, como é o caso dos que atendemos fornecendo água para irrigação e assistência técnica”, comentou.

Para o presidente da Cohidro, Mardoqueu Bodano, soma-se mais uma iniciativa de produção orgânica, aos grupos que já desenvolvem a atividade há algum tempo nos perímetros. “Sempre estamos incentivando a criação e regularização de associações que propõe esta agricultura sem uso de agrotóxicos. É bom para quem come um alimento mais saudável. É bom para saúde de quem trabalha, despreocupado com o risco de uma contaminação. E é bom para as famílias, quase sempre vivendo muito próximo das áreas de plantio, e ficam livres do risco que os defensivos oferecem à água, ao ar e alimentos”.

Território da Cidadania do Sertão Ocidental

O Território da Cidadania do Sertão Ocidental abrange 19 municípios: Nossa Senhora Aparecida, Carira, Macambira, Moita Bonita, Pinhão, Riachão do Dantas, Ribeirópolis, Simão Dias, Tobias Barreto, Areia Branca, Campo do Brito, Frei Paulo, Itabaiana, Lagarto, Malhador, Pedra Mole, Poço Verde, São Domingos e São Miguel do Aleixo. Segundo Arlinda Oliveira, Técnica Agropecuária do Centro de Formação em Agropecuária Dom José Brandão de Castro (CFAC), o grupo é gerido por um colegiado, formado por 119 representantes da sociedade civil e do poder público.

“Estou na assessoria de políticas publicas do Território do Sertão Ocidental, que se reúnem para discutir o desenvolvimento territorial. O grupo tem um núcleo diretivo, várias câmaras temáticas e tem os assessores, que dão o suporte ao colegiado”, relatou Arlinda. Sobre a função da organização do Território, ela esclareceu que “o foco principal é o desenvolvimento territorial no campo: agricultores familiares, assentados e quilombolas”. Ela esclareceu que o Governo do Estado tem representatividade nos Territórios, em Sergipe, a partir da participação da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) nos colegiados.

Caravana Agroecológica

As caravanas agroecológicas são realizadas objetivando pautar a Agroecologia como uma estratégia de desenvolvimento que valorize a diversidade socioambiental e cultural e dar visibilidade para algumas experiências existentes no Território. Arlinda Oliveira conta que quem participou desta visita, são os outros agricultores e técnicos que atuam no Sertão Ocidental. “Vieram pra cá conhecer os membros desta Associação que estão no Perímetro. A gente faz um trabalho no Território, experiências que fomos visitar durante a Caravana”, concluiu, se referindo a AFPNCL e a preparação visando a produção orgânica.

Orgânicos no Perímetro

No Perímetro Piauí já atuam 10 produtores inseridos na Organização de Controle Social do Centro-Sul Sergipano (OCS-CSS), grupo em que os membros são cadastrados junto ao MAPA, dando permissão para que possam comercializar seus produtos orgânicos diretamente ao consumidor, em feiras livres ou na própria lavoura. São produções livres de uso de agrotóxicos que tiveram sua regulamentação realizada pelo Órgão Federal. Assim, munidos de documentos de registro, vendem duas produções agroecológicas em feiras especializadas em Lagarto e Aracaju, principalmente nas Feiras da Agricultura Familiar promovidas pelo Governo do Estado.

Última atualização: 18 de outubro de 2017 11:13.