Paulo Feitosa é a personalidade agronômica em destaque

Engenheiro Agrônomo Paulo Feitosa da Cohidro (Foto: Ascom/Cohidro)

Antônio Paulo Feitosa, natural de Palmeira dos Índios – AL, casado com Elenilda Oliveira Feitosa, tem três filhos: André, Rodrigues e Henrique. Engenheiro Agrônomo, formado pela Universidade Federal Rural de Pernambuco no período de 1971 a 1974, pós-graduado em diversas áreas, entre elas destaca-se a especialização em Engenharia de Irrigação e Drenagem ministrado pela Universidade Federal da Paraíba, Campina Grande-PB, no período de fevereiro a dezembro de 1983.

Chegando à Sergipe, iniciou suas atividades profissionais em 01/04/1975, na Associação Nordestina de Crédito e Extensão Rural de Sergipe – ANCAR-SE, atuando como extensionista local na  COOPERGLORIA, em Nossa Senhora da Glória, até dezembro do mesmo ano. Promovido à Coordenador Regional, passou a exercer a nova função na cidade de Propriá, com as atividades voltadas para assessoramento aos técnicos locais, abrangendo oito escritórios e cinco cooperativas de pequenos agricultores, quais sejam: CAMURUPIM, COOBASF, ESPERANÇA, JARDINS E COOPERGLORIA, como analista de projetos agropecuários, entre outras ações inerentes à extensão rural.

Como segunda promoção, passou a exercer a função de Coordenador da Região Administrativa Norte, com sede em Propriá, com as atividades focadas no gerenciamento de programas e projetos, abrangendo os segmentos agropecuários, áreas irrigadas no Baixo São Francisco (CODEVASF), programas de desenvolvimento social rural e saúde animal, com atuação em 20 municípios.

Em 1980, promovido mais uma vez, passou a exercer funções de Assessor Técnico Estadual de Agricultura Irrigada, com sede em Aracaju; Assessor Técnico Estadual de Conservação de Solo; Assessor Técnico Estadual de Irrigação e Drenagem, tendo participado da implantação dos Programas PROVARZEAS e PROINE estadual na então Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Sergipe – EMATER-SE.

Matéria publicada na edição nº05, da Revista Aease (Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe)

Em janeiro de 1991, designado pelo governo do estado de Sergipe, integrou o Grupo de Estudo e Projeto – GEP, na condição de analista de estudos e projetos de irrigação pública, nas fases de análise de pré-viabilidade, viabilidade e projeto básico, com a consequente elaboração de pareceres técnicos, num total de 10 projetos, anteriormente sob a responsabilidade da CODEVASF. Posteriormente os referidos projetos foram assumidos pelo governo do Estado, a partir de fevereiro de 1991. Dentre os projetos, destacam-se: Jacarecica II, com 820 ha irrigáveis; Jacaré-Curituba, com 3.250 ha irrigáveis e o Distrito de Irrigação Platô de Neópolis, para empresários agrícolas na exploração de fruticultura irrigada, com 7.063 ha, entre outros.

A partir de 1995 iniciou suas atividades na Companhia de Irrigação e Recursos Hídricos de Sergipe – COHIDRO, desenvolvendo trabalhos de assessoramento técnico aos sistemas hidráulicos dos perímetros irrigados do Estado, ações de monitoramento das barragens concernentes aos seus balanços hídricos. Posteriormente, representando a COHIDRO, assumiu o gerenciamento dos contratos dos concessionários no Distrito de Irrigação Platô de Neópolis, com atribuições voltadas para fiscalização, acompanhamento do desenvolvimento hidroagrícola dos lotes, num total de 40 contratos, além de prestar assessoramento técnico junto à Diretoria de Irrigação, desde 2010.

Ainda como atividades extra COHIDRO, destacam-se: membro efetivo do Comitê das Bacias Hidrográficas dos rios Sergipe, Japaratuba e Piauí; Membro suplente da Comissão Estadual de Recursos Hídricos do Estado de Sergipe e Conselheiro do CREA por duas gestões, onde ocupou o cargo de vice-presidente por dois anos.

Atualmente vem desenvolvendo atividades junto a Secretaria de Estado de Infraestrutura, onde exerce a função de Coordenador Técnico dos trabalhos inerentes a elaboração do projeto básico e executivo de engenharia do Perímetro Irrigável Manoel Dionísio, no município de Canindé do São Francisco, realizado pela empresa PROJETEC e atuando também como analista dos segmentos agronômico e irrigação e como fiscal no desenvolvimento das ações de campo.

 

Última atualização: 2 de fevereiro de 2018 13:15.