Cohidro e Sebrae capacitam agricultoras de Lagarto

Com o intuito de viabilizar mais uma renda para as mulheres do campo, a Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro), firmou parceria com o SEBRAE/SE para levar capacitação em Reaproveitamento Alimentar às agricultoras assistidas pelo Perímetro Irrigado Piauí – em Lagarto. Com aulas teóricas e práticas, o conteúdo abordou higienização, melhor manipulação, aproveitamento dos alimentos e receitas foram repassadas. O evento aconteceu nesta terça-feira, 25, na cozinha da Associação de Moradores Maria José dos Santos, que compreende o Povoado Brejo e adjacências do município onde reuniu 20 mulheres.

A consultora de Segurança Alimentar e Nutricional do SEBRAE, Ana Virgínia Figueiredo, foi a palestrante e falou sobre a importância do curso que ensinou diversas receitas a partir do reaproveitamento de alimentos, como couve-flor em conserva e geleia da casca de maracujá, que facilmente são descartadas pelas pessoas. Virgínia também ensinou como higienizar embalagens para a conservação dos produtos garantindo maior durabilidade. “Mostramos aqui como reaproveitar as frutas, verduras e hortaliças que não foram vendidas e assim, passar agregar mais uma renda familiar. Estamos levando esse curso a seis municípios sergipanos e Lagarto é o quarto”, disse acrescentando de como é importante conscientizar a todos sobre esse tema para que se evitem tanto desperdício de alimentos.

Agricultora irrigante pela Cohidro, Josileide de Carvalho é veterana, em Lagarto, na agricultura orgânica. Ela faz parte projeto PAIS – Produção Agroecológica Integrada e Sustentável e comercializa seus produtos nas Feiras da Agricultura Familiar. “Estou muito grata a Cohidro e ao SEBRAE por nos trazerem novo saberes. Vou testar em casa e se der certo levarei esses produtos para vender na minha banca. Tenho certeza que minha clientela vai gostar”, antecipa dizendo que esse curso é mais um estímulo para continuar no plantio orgânico.

A dona de casa, Nilma de Oliveira, é moradora do povoado Vázea dos Cagados, disse que quando soube do curso aproveitou a oportunidade e correu para se inscrever. “Hoje sou sacoleira mas vendo em casa porque não tem como deixar meus três filhos para trabalhar fora. Mesmo sem trabalhar no campo, me interessei muito pelo curso e já estou pensando em várias receitas”, acrescenta ao dizer que enxerga essa aula prática como um grande incentivo para as mulheres que muitas vezes não sabem o que fazer com as sobras dos alimentos.

Gilvanete Teixeira, gerente do Perímetro Irrigado Piauí, foi quem recebeu a solicitação das moradoras e tratou de organizar o evento. “Organizadas pela ‘Meirinha’, essas mulheres, guerreiras, tem buscado seus objetivos em prol de conquistar o seu espaço e nosso escritório estará sempre aberto a recebê-las, e vamos trazer outros cursos para que elas possam incrementar ainda mais a renda familiar”, pontua.

O Presidente da Cohidro, Mardoqueu Bodano, parabenizou a iniciativa das mulheres de Lagarto. “É uma satisfação poder por à disposição dos anseios da comunidade essa parceria, que sempre existiu, entre a Cohidro e SEBRAE. Uma das principais metas do Governo de Sergipe é contribuir para com o desenvolvimento humano, nas comunidades rurais sergipanas valorizando o trabalhador rural, em ações e buscando, junto ao Governo Federal, subsídios para valorizar a agricultura familiar, que hoje é responsável por 70% do PIB brasileiro”, concluiu Mardoqueu.

Última atualização: 15 de janeiro de 2018 09:01.