[galeria de fotos] 41 anos de Coderse teve missa de Ação de Graças, parabéns e bolo

Missa de Ação de Graças e de Segunda Semana de Páscoa, celebrada pelo padre Flávio Eduardo Silva, foi a confraternização dos funcionários da Coderse para comemorar os 41 anos da companhia estadual. Presentes, a deputada federal Yandra Moura e a superintendente da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Ana Patrícia Guimarães, além de toda Diretoria Executiva, gerências e divisões da empresa.

Os cânticos do casal de músicos Fábio e Suerda acompanhavam a cerimônia do Pe. Flávio Eduardo, que é da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Orlando Dantas). A organização da missa foi da Gerência de Recursos Humanos (Gerhu) e do coffee break, da Divisão de Bem-Estar Social (Dibem) da Coderse.

Presidente da Coderse, Paulo Sobral falou aos presentes da satisfação de fazer parte da família Coderse. “Uma empresa que leva vida, porque você levar água, é levar vida. O nosso trabalho é de fundamental importância para o interior de Sergipe. Quem já teve a satisfação de ir, no interior mais longínquo, presenciar a perfuração até o momento que sai água do sistema de abastecimento, sabe o quanto isso é gratificante”, compartilhou.

“Uma empresa muito importante para o povo sergipano, principalmente para o interior. Levando o nosso bem mais precioso, que é a água. Muito importante não só para o ser humano, mas para a produção e aos animais. E assim, trazendo desenvolvimento para o estado. Que Deus abençoe todos vocês pelo empenho, pelo trabalho em contribuir com nosso estado, com a Coderse e eu tenho certeza que muitos anos ainda virão com muito sucesso”, desejou a deputada Yandra Moura aos funcionários da companhia aniversariante.

Fotos: Mirely Rodrigues

Coderse comemora 41 anos de serviços e desenvolvimento do meio rural sergipano

Equipes, infraestrutura e equipamentos levam políticas públicas e fixam famílias no campo com qualidade de vida, emprego e renda

Irrigação pública da Coderse beneficia 14 mil pessoas com emprego e renda no campo – Foto Fernando Augusto (Ascom Coderse)


A Companhia de Desenvolvimento Regional de Sergipe (Coderse) completa 41 anos de fundação neste sábado, 13 de abril. Durante todo esse período, a empresa perfurou 4.065 poços tubulares e administrou a infraestrutura para a irrigação pública de quase quatro mil hectares que beneficiam, com emprego e renda, 14 mil pessoas no campo. Atualmente, a companhia executa a implantação da Adutora do Leite, com 108 quilômetros de extensão; a expansão do Programa Água Doce, com mais três unidades de dessalinização; e a segunda fase do Programa Água para Todos, com 20 novos sistemas de abastecimento.

Na percepção do secretário de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca, Zeca da Silva, a Coderse desempenha um papel importante na produção de alimentos e fornecimento de água para a população do campo, para o abastecimento dos animais e para a produção agrícola. “O Governo do Estado ampliou a atuação da Coderse para trabalhar ações de desenvolvimento, como é o caso do projeto Adutora do Leite, que está em fase de licitação dos estudos. Por todo esse trabalho, em nome do presidente da empresa, Paulo Sobral, e toda a diretoria, apresento minha saudação de gratidão a todos os servidores”, considera.

A Adutora do Leite é uma iniciativa do Governo do Estado, intermediada pela Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), que tem como finalidade beneficiar, principalmente, a bacia leiteira do alto sertão sergipano. O edital para a contratação dos estudos e projetos foi lançado no dia 2 deste mês. O diretor-presidente da Coderse, Paulo Sobral, frisa que a obra vai permitir que o produtor diminua custos com a dessedentação animal e reinvista na alimentação, qualidade e tamanho do próprio rebanho.

“Estamos comemorando, além dos 41 anos da Coderse, o primeiro passo dessa obra tão importante para os sergipanos, que vai encurtar distâncias ao acesso à água para produzir em Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Monte Alegre e Nossa Senhora da Glória. Com isso, a intenção é dobrar a produção de leite para 460 milhões de litros nesses municípios”, disse o presidente da companhia vinculada à Seagri.

Paulo Sobral acrescenta que, neste 41º ano, o acesso da população rural à água potável também aumenta. “São mais três que vão somar, ao serem concluídas, 32 unidades de dessalinização e produção de água potável no semiárido sergipano. A unidade do Programa Água Doce no Assentamento Carlos Prestes, em Carira, está perto da conclusão, com as dos povoados Saco da Camisa (Poço Verde) e Bela Aurora (Porto da Folha), em andamento”, informou.

Produção de alimentos
O presidente da companhia também lembrou que a Coderse, nos seis perímetros irrigados que administra, levou irrigação para a produção de mais de 110 mil toneladas de alimentos e outros 2.295.500 litros de leite em 2023, gerando uma renda superior a R$ 210 milhões, em benefício de 14 mil pessoas envolvidas na produção. “Esse resultado, repetido anualmente, contribui para consolidar a cesta básica de Aracaju como a mais barata do país já por vários anos”, pontuou Paulo Sobral. Ele acrescenta que, além da irrigação, existe o investimento em assistência técnica ao agricultor e a manutenção periódica de toda a infraestrutura de bombeamento e barragens.

Recursos humanos
Nos 41 anos, comemoram os beneficiários de suas políticas públicas; a população, que tem mais acesso à alimentos que antes da irrigação vinham de outros estados; e os cerca de 400 funcionários envolvidos em todo esse processo.  “A gente testemunha a satisfação que eles têm em fazer parte de todo esse processo de desenvolvimento e de qualidade de vida levado à população rural. São servidores de todas áreas; desde a de projetos, licitação, execução, extensão rural e de fiscalização. Trabalham na sede, nos perímetros irrigados, ou vão a todos os interiores do estado, construindo ou recuperando a infraestrutura hídrica. Dedico os meus parabéns, pelos 41 anos, a esses importantes parceiros que a mulher e o homem do campo têm aqui nesta empresa”, coloca a diretora Administrativa e Financeira da Coderse, Patrícia Moura.

Presidente da Associação de Servidores da Coderse, Luiz Roberto Moura destaca o momento em que a Coderse completa 41 anos como um período em que a responsabilidade da empresa e funcionários aumenta, com a ampliação da gama de atuação. “A antiga Cohidro se transformou na Coderse, para abraçar novos desafios, com grandes obras de construção de adutoras, dessalinizadores e de saneamento rural, como o calçamento de estradas. Do ponto de vista do servidor, cresce a responsabilidade, mas também o orgulho que sempre existiu no peito de cada um que faz parte desta grande família”, finalizou.

Última atualização: 3 de junho de 2024 09:23.