Mardoqueu avalia 2014 como um ano de crescimento para Cohidro

Mardoqueu

A Companhia de Desenvolvimento e Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro) completou 31 anos de existência em 2014 e na perspectiva do diretor-presidente, Mardoqueu Bodano, a Empresa termina o ano conquistando maior espaço no rol da produtividade agrícola do Estado e sendo mais atuante na perfuração e recuperação de poços artesianos.

“Neste ano de 2014 foi concluída a entrega das três novas perfuratrizes doadas pelo Ministério de Integração Nacional para a Cohidro. Equipamentos que estão em ativa”, disse. Ainda, segundo Mardoqueu, esse incremento no maquinário da Empresa já contribuiu com a perfuração de 71 novos poços, que se somaram aos 3.557 que a Companhia fez durante seus 31 anos de existência, em 72 municípios sergipanos.

Mardoqueu acrescenta à lista os 25 novos poços que foram perfurados para os sistemas de armazenamento e distribuição de água, propiciados pelo “Programa Água Para Todos”. “Além de orientar as locações e fiscalizar as obras, fomos nós que fizemos o levantamento socioeconômico das 107 comunidades que serão atendidas pelo projeto em Sergipe, levando água para quase cinco mil famílias, em 28 municípios sergipanos”, revelou.

Agricultura
Na agricultura, o presidente da Cohidro comemora pois, mais uma vez, a produção foi recorde nos seis perímetros irrigados da Companhia. Foram 115.340 toneladas de produtos agrícolas colhidos em 2014, gerando de renda, para a agricultura familiar, R$ 107 milhões. Mesmo que todos os pólos de irrigação da Empresa tenham apresentado resultados superiores ao ano anterior, é ainda o Perímetro Califórnia que mais chama atenção com suas produções de quiabo, goiaba e macaxeira.

“O Perímetro Califórnia, em Canindé, continua sendo o que mais produz: 38.825 toneladas de alimentos, sempre se destacando o quiabo, 15.600 toneladas, a goiaba, 9.625 toneladas e a macaxeira, 6.490 toneladas”, concluiu Mardoqueu, que acredita na ampliação destes números com o advento do Proinveste.

Proinveste
Canindé, Lagarto e Tobias Barreto estão recebendo obras, por meio do Proinveste, que aperfeiçoarão a estrutura de fornecimento de água para irrigação de produtos agrícolas. “Foram R$ 11 milhões deste programa injetados na Cohidro, quatro milhões só em Canindé, reformando e recuperando os canais e estações de bombeamento para irrigação, solucionando de vez o velho problema do canal C-01, que expunha a água do Califórnia à poluição urbana da cidade que acabou por povoar às margens do curso d’água”, enfatiza o presidente.

PAA – Frutos da Terra
Mardoqueu lembra que 2014 foi também um ano feliz para o Programa de Aquisição de Alimentos Frutos da Terra (PAA – Frutos da Terra), que alcançou o patamar de duas mil toneladas de alimentos comercializados junto à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). “Beneficiamos, por um lado, 79.471 pessoas carentes e de outro, 934 irrigantes nos perímetros irrigados Piauí, Jacarecica II e Ribeira”, acrescenta.

Com uma visão positiva de 2015 e dos projetos realizados pela Cohidro, Mardoqueu acredita que a entrada dos irrigantes do Perímetro Califórnia no PAA ,trará a participação ainda mais expressiva de agricultores atendidos pela Companhia. “A produção tem a tendência de só aumentar a cada ano, graças ao aperfeiçoamento das técnicas e canais que os agricultores têm acesso por meio da Empresa”, conclui.

Barragens
Mardoqueu Bodano diz que a meta do Programa de Recuperação de Barragens, iniciado em setembro, é a de superar as edições dos dois anos anteriores. “Agora a intenção é reformar mais barragens do que em 2012 e 2013, onde foram 510 e 517, respectivamente. Em todo Estado serão 710 barragens, sendo 10 delas comunitárias, maiores. Serão investidos pelo Governo de Sergipe, ao todo, R$ 1.890.492,53. São as políticas públicas oferecendo aos pequenos criadores, como alternativa ao êxodo rural, a opção de ficar em suas localidades de origem produzindo e tirando de sua terra o sustento da família”, reforçou.

Convênio Petrobras
Ele fala ainda dos convênios firmados com empresas parceiras, que vem para reforçar o empenho da Companhia em iniciativas desenvolvidas com recursos próprios. “Estamos recuperando antigos poços em 11 municípios sergipanos e devolvendo o abastecimento de água para 10.150 pessoas. Em Porto da Folha, já foram entregues os poços dos povoados Pedro Leão, Bela Aurora e Assentamento Paulo Freire. Em Canindé, também está pronta a recuperação do poço do Assentamento Baixa Verde. No início de 2015 serão inaugurados todos os 16 poços que Petrobras custeou os serviços, com o montante de R$ 402.111,38”, explica o presidente da Cohidro.

Última atualização: 11 de dezembro de 2017 11:41.