Governo beneficia 1.425 agricultores com ações de fomento à agricultura familiar

A distribuição de material forrageiro integra o programa de combate aos efeitos da estiagem / Foto: Marcelle Cristinne/ASN

Nesta segunda-feira, 22, o governo do Estado dá prosseguimento às ações de combate aos efeitos da seca e de fomento à agricultura familiar com a entrega de material forrageiro, assinatura de termo de adesão ao Garantia Safra e autorização de projetos produtivos no âmbito do Dom Távora. São 1.425 pessoas beneficiadas nos municípios de Gararu, Nossa Senhora da Glória e Carira, um investimento de R$ 1.772 milhão.

O governador Jackson Barreto visitará os três municípios e coordenará as ações. A assinatura de termo de adesão estadual ao programa Garantia Safra assegura contrapartida do aporte financeiro para a nova safra 2017/2018, que inicia em 1º de julho de 2017 e se encerra em 30 de junho de 2018. O aporte estadual corresponde a 12% do Fundo Garantia Safra, o municipal é de 6%, o agricultor participa com 2%. 80% correspondem ao aporte do governo Federal.

Nossa Senhora da Glória
Conhecida pela produção leiteira como importante atividade econômica, Nossa Senhora da Glória também adere ao programa Garantia Safra e recebe material forrageiro. Serão distribuídas 371,7 toneladas, que vão beneficiar a 421 produtores, somando R$ 278.358,97.

Em Glória, a recuperação da barragem do povoado Aningas também integra o conjunto de medidas de combate aos efeitos da seca. Foi feita uma limpeza, na qual se retirou a lama acumulada, além de proporcionar o aumento da capacidade de armazenamento de água. Após a obra, a capacidade máxima estimada passou a ser de 60 mil m³.

O produtor José Dilson Nunes da Mota disse que a ação do governo foi essencial para que os moradores continuassem com a criação de animais. “Esse crescimento da barragem ajudou demais a nós, que criamos gado. Várias pessoas vêm pegar água pra usar na criação de animais e se não fosse por ela, não teríamos como viver”, enfatizou.

De acordo com o engenheiro civil da Cohidro, Valdi Aragão, que atua na área de barragens, essa obra tem grande importância, não apenas para a coleta de água dos pequenos proprietários de terra e produtores, mas também na questão da redução de custos. “Essa região precisa ser abastecida de alguma forma. Sem a barragem precisaríamos disponibilizar a água em carros-pipa, o que resultaria em gastos maiores para assistir essas comunidades”, explicou.

Mesmo com o intenso período de seca que tem prejudicado sobretudo o povo sertanejo, o Governo do Estado não deixou de estudar possibilidades para auxiliar a vida de quem mora nas regiões mais atingidas. “Com essa seca, o Estado aproveitou para recuperar e ampliar várias barragens, o que não seria possível em outras épocas, pois esses reservatórios estariam sempre cheios, inviabilizando assim esse tipo de serviço”, relatou Valdi.

O trabalho do Estado é reconhecido pelo morador do povoado Aningas, Marcos Nunes da Mota. “A gente teve a felicidade de o governo ampliar a barragem, que é muito importante não só pra nossa comunidade, mas pra toda essa região. Tem gente de várias outros lugares circunvizinhos, e até mesmo da Bahia, que se abastece dela durante todo verão”, afirmou.

Edileuza Maria de Oliveira, que também é produtora local, reafirma a importância do reservatório. “Nós sofríamos demais sem ele. Essa água ajudou muita gente e, se não fosse isso, nossos animais teriam morrido de sede”, agradeceu.

Leia a matéria completa clicando aqui

Fonte: Agência Sergipe de Notícias

Nota Ascom/Cohidro: Em Carira, a barragem do Povoado Mancinha também foi recuperada pelo mesmo programa do Aningas e já acumula boa água das últimas chuvas. Já em Gararu, é no Povoado Lagoa de Dentro que a atuação da Cohidro ampliou e limpou os sedimentos da barragem de uso comunitário da localidade.

Última atualização: 16 de outubro de 2017 09:07.